NOTÍCIAS

86% das empresas TI em Portugal ainda vão contratar este ano

Um estudo da Hays revela que 86% das empresas de tecnologias a operar em Portugal este ano ainda pretendem reforçar os seus quadros. Programador é o perfil mais procurado.

São 42% as empresas que elencam este perfil como a sua principal opção em futuras contratações. Já 34% afirmam ter interesse em contratar analistas-programadores e 16% querem contratar consultores financeiros.

As mesmas empresas, 70 em 700 profissionais entrevistados, reportam no entanto sérias dificuldades em encontrar os recursos que pretendem para as suas organizações. Setenta e oito por cento das organizações entrevistadas pela Hays admitem que há escassez de profissionais no mercado TI.

Os perfis identificados como mais difíceis de encontrar são analistas-programadores, programadores, gestores de projeto, arquitetos de soluções, administradores de bases de dados e administradores de sistemas. A lista de constrangimentos é no entanto mais longa, como pode verificar-se pelo gráfico abaixo.

estudo Hays

As empresas reportam ainda lacunas de outro género no processo de seleção de candidatas, não encontrando muitas vezes as softskills mais valorizadas pela organização. Incluem-se neste leque a falta de proatividade, autonomia e orientação para o cliente, por exemplo. A lista completa apurada pela Hays mostra ainda a diferença entre as competências mais valorizadas pelas empresas (a azul) e aquelas que os candidatos dizem possuir (laranja).

estudo Hays

O estudo da Hays também apura um conjunto de fatores que ajudam a explicar a escassez de recursos. Além da emigração, a desadequação dos cursos superiores às necessidades das empresas é apontada por 42% dos inquiridos e a falta de experiência dos potenciais candidatos são sublinhados.

Nome da imagem

No que se refere à desadequação de conhecimentos / competências necessárias nas empresas as principais falhas identificadas pelas organizações estão relacionadas com tecnologias como o iOS, ABAP, Java, HTML5 e Android.